Você está aqui

Ensaios de inversores para sistemas conectados à rede

O Laboratório de Sistemas Fotovoltaicos do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo (LSF/IEE-USP) realiza ensaios em inversores CC/CA para sistemas conectados à rede até 10 kW conforme portaria INMETRO 004/2011 e a portaria 357/2014, a referida portaria avalia os equipamentos nas condições nominais e extremas de funcionamento para garantir que os mesmos tenham uma qualidade mínima garantida.
 
Para solicitar um ensaio é necessário preencher, assinar e enviar em formato eletronico (pdf) a correspondente planilha de especificações técnicas (PET-inversores para sistemas conectados à rede) e o formulário de solicitação de etiquetagem para fotovoltaico@iee.usp.br
 
Para a execução dos ensaios são necessárias 2 (duas) peças do inversor CC/CA (mesmo modelo e características). O fornecedor é responsável pelo envio das amostras ao laboratório. O valor para cada modelo testado é de R$ 15.000 (quinze mil reais). Neste valor estão inclusos todos os testes exigidos pelo INMETRO. Os custos para registro do produto no INMETRO e os custos logísticos de entrega e coleta dos inversores CC/CA no laboratório são de responsabilidade da empresa solicitante. Após os ensaios, o IEE-USP enviará um aviso de cobrança para a empresa solicitante.
 
Os ensaios para inversores conectados à rede são:
 
1. Cintilação
2. Injeção de componente contínua
3. Harmônicos e distorção de forma de onda
4. Fator de potência
5. Injeção/demanda de potência reativa
6. Sobre/sub tensão
7. Sobre/sub frequência
8. Controle da potência ativa em sobrefrequência
9. Reconexão
10. Religamento automático fora de fase
11. Modulação de potência ativa
12. Modulação de potência reativa
13. Desconexão do sistema fotovoltaico da rede
14. Requisitos de suportabilidade a subtensões decorrentes de faltas na rede
15. Proteção contra inversão de polaridade
16. Sobrecarga
17. Anti-ilhamento
 
 
  •  Importante:

O registro do produto no INMETRO possui validade de 1 (ano). Portanto, para manter a etiquetagem de um determinado modelo, a empresa deve realizar, a cada ano, novos ensaios no laboratório acreditado pelo INMETRO.

O relatório de ensaio emitido pelo laboratório acreditado pelo INMETRO também possui prazo de validade. Sendo assim, recomenda-se que a empresa registre o produto no sistema orquestra do INMETRO imediatamente após receber o relatório de ensaio.

- O INMETRO elaborou um documento orientativo para fabricantes e importadores, para acessá-lo clique aqui.
- Para verificar quais são os equipamentos registrados oficialmente no INMETRO clique aqui.